terça-feira, 28 de maio de 2013

Truly, Madly, Deeply - 5º Capítulo

Large


- ZAAAAAAAAAAAAYN!

Foi a última coisa que ele a escutou dizer. Zayn havia saído em seu carro logo após ela sair de sua casa. Sabia que provavelmente ela estaria muito confusa. Provavelmente não, certamente. Liam contou o que aconteceu lá em cima, e o Niall se perguntou como ele sabia disso. 

- Harry, vem pra minha casa agora! E chama os meninos! O Zayn foi atropelado. - Ela fala histérica ao telefone. Enquanto corria descendo as escadas.

- O QUE? - Ele perguntou gritando, o que levemente fez a afastar o celular de suas orelhas.

- É, Harry, atropelado. Vem pra cá que eu te conto. 

- Beleza. Chego aí em 10 minutos.

- 5!

- Que seja!

- Tá bom, tchau.

- Beijo, tchau.

Então ela desligou. Já estava com lágrimas nos olhos vendo todos se aproximarem do local, o motorista havia saído do carro e estava prestando socorro. Se aproximou e viu que ele tinha se ferido. A ambulância já estava á caminho, mas ela não aguentava mais com tanta angústia, se ela tivesse visto antes...

Se ajoelhou e ficou ao lado dele, colocou-o em seus braços e deixou-se levar pela tristeza. Desta vez, os braços de Zayn não eram confortantes. 

Harry chegou, como prometido, á tempo. Ele a confortou. A abraçou, e disse que tudo ficaria bem. Que nada do que estava acontecendo era culpa dele. Depois chegaram, Louis, Niall e Liam que acompanharam Zayn ao hospital, Harry não a deixou ir, não nesse estado. Ele ficaria um tempo com ela, tentando a acalmar e depois a levaria até lá.

Foram para a varanda. Ele sentou em uma rede que estava montada e a chamou, ela, o obedeceu, e os dois ficaram ali, juntos, em silêncio. Um silêncio confortante. Harry a considerava como uma irmã mais nova, sempre queria a proteger, nada além disso, apenas... Uma irmã mais nova. Ela quebrou o silêncio, ainda com soluços.

- Você acha que ele vai ficar bem? - Ela falou ainda em meio a lágrimas.

- Eu tenho certeza que sim, o Zayn é forte.

- Ah, Harry, foi tudo culpa minha!

- Não, não foi culpa sua! Aconteceu por que... Tinha que acontecer. Olhe para mim. 

Ela atendeu seu pedido. Olhando em seus olhos verdes profundos, que agora estavam ameaçando chorar.

- Zayn vai ficar bem. Eu o conheço. Ele já enfrentou coisas piores. Agora, me prometa que não vai ficar se lamentando sobre isso.

- Harry eu...

- Me prometa.

- Eu te prometo.

Ela encostou a cabeça no peito dele e deixou a brisa de verão passar por sua pele. Ele brincava com seus cabelos tentando conforta-la. Depois ele começou a cantar baixinho, Asleep, com sua voz meio rouca...

- Sing me to sleep, sing me to sleep... I'm tired and I... I want to go to bed. Sing me to sleep, sing me to sleep... And then leave me alone. Don't try to wake me in the morning, 'cause i will be gone... 

Ele definitivamente a tranquilizava. Poderia ficar ali por horas e horas, mas seu pensamento não saia de Zayn... E de como ele estava. Ao ter esse pensamento ela lembrou-se do que havia acontecido horas atrás... De Louis.

- Harry... Ahm... Você acha que Louis está... Bem...

- Pensando em você? Com certeza.

- O que?

- Sim, ele está. Ele está preocupado com você.

- Preocupado? Comigo?

- Ele sabe que você está confusa, dá pra ver nos seus olhos...

- Podemos ir agora? - Ela falou mudando de assunto.

- Vou ligar pros meninos.

- Vou tomar banho, e me trocar...

- Mas eu tô com fome... - Ele falou manhoso.

- Tem chocolate na cozinha.

Ela subiu, e não viu sua mãe, apenas seu pai tentando acalmar Pedro. Pensou em perguntar o que havia acontecido, mas certamente já sabia.

Foi até  banheiro, se despiu, e deixou toda aquela dor que havia guardado cair com a água do chuveiro. Gostava de chorar ali, porque as lágrimas corriam com a água. Vestiu-se, passou corretivo para tentar  disfarçar as olheiras que haviam se formado.

Desceu, e encontrou Harry devorando uma barra de chocolate enquanto assistia Two And A Half Man com Pedro.

- O que aconteceu, maninho? - Ela falou lembrando da cena que vira anteriormente.

- O que você previu.

- Ela nos deixou, não foi?

Ele apenas afirmou com a cabeça baixa.

- Ahm... Vamos? O horário de visitas acaba em 1 hora. - Harry.

- Vamos.

Eles entraram no carro de Harry, e ele colocou o CD do The Smiths. Era mais um gosto em comum deles dois. Depois de ler "As Vantagens de Ser Invisível" ela passou a amar Asleep, aquela canção que ele tinha sussurrado em seu ouvido anteriormente.

Quando chegaram ao hospital, Harry pegou a autorização e eles foram até o quarto onde Zayn estava. Ela entrou apressada e suspirou ao vê-lo bem.

Ele rapidamente pegou um pote de sorvete que estava ao seu lado e falou:

- Seu favorito. - E sorriu fraco.

Ele correu e o "abraçou".

- Você me deixou preocupada, mas... Eu te amo. - Ela sussurrou.

- Eu também te amo, minha S/A.

Ele beijou sua bochecha e Louis pediu pra conversar com ela. Os dois saíram do quarto.

- Você o ama?

Continuo com 4 comentários. Hehe. 

10 comentários:

  1. OMG esscreve rapidoo

    ResponderExcluir
  2. LOUIS MEU AMOR NÃO INTENDA ISSO MAU, OKAY??? ELA SÓ AMA O ZAYN COMO AMIGOS!!!
    Por favor Hévih faz com que ela fale isso para ele!! Daí eles se beijam e tudo acaba bem rsrs
    Continua logo logo logo !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Louis, querido o Zayn é apenas um amigo e ela ficou preocupada, não entenda mal. Vamos ver o que o destino nos mostra, né? Vou continuar sim.

      Excluir
  3. Minha nossa senhora do shortinho curto, ainda vou acabar com meus dedos de tanto roer a minha unha por ansiedade da continuação!!!
    Continua!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Do shortinho curto é safadinha? Haha. Faz o favor de continuar MTF também, oks?

      Excluir
  4. OMJ!!
    Por favor continua!!

    ResponderExcluir
  5. Ahhhh CONTINUA AGORA DONA HEVILLA! Eu exijo que continue essa perfeiçao que vc chama de imagine! Agora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma Dona Lívia, eu vou continuar.

      Excluir