domingo, 29 de setembro de 2013

Blame - 18º Capítulo


03:52 PM

 - Ótimo, Ashley, ninguém pode saber disso, ok?

- Tá, Joe, você quem manda. - Ela falou visivelmente frustrada.

- Agora vem cá e me dá um beijo.

- Claro que não! Eu só vou ser sua "namorada" na frente das outras pessoas. Joe, você está me fazendo mal, ok? E isso não vai ficar assim, não vai.

05:44 PM

A campainha tocou. O som do objeto soou por toda a casa. A menina desceu as escadas com o cabelo levemente caindo para o lado, desfazendo o coque que havia feito antes de pegar no sono estudando matemática, e com cara de sono, pois havia acabado de acordar. Abriu a porta ainda sonolenta e sua expressão facial mudou totalmente ao ver quem era.

- Carther, por favor, me deixa explicar? - O garoto pedia implorando o perdão da menina que não havia mudado de opinião.

- Louis, você não tem absolutamente nada pra me explicar. Por favor, saia da minha casa. - Ela pediu civilizadamente.

- Não vou sair até você me deixar explicar. - Ele disse e ela bufou. - Posso entrar?

- Se quiser explicar fica aí fora, na minha casa você não entra. - Carther foi fria.

- Tá, se você quer assim... Ahm, bem... Digamos que ontem eu exagerei um pouco na bebida, eu chamei o Harry pra ir pra uma cidade aqui pertinho, também chamei o Nick e nós fomos todos. O Harry teve que voltar pra casa, por algum motivo que eu não lembro, e eu fiquei com o Nick lá, e ele me empurrou pra cima de umas vadias e como eu estava bêbado você já deve saber o que rolou... E quando você me ligou eu falei tudo sem pensar, eu juro, o Harry tava lá comigo, e ele tentou me controlar, mas não deu, me desculpa, por favor.

- Olha, Louis, eu não tenho nada com você. E não necessitava de toda essa informação, eu não ligo. Fiquei brava porque ninguém nunca tinha falado comigo assim, mas... Ah, esquece.

- Você me perdoa, Carther? - Ele implorou. - Por favor.

- Estou magoada com você, Tomlinson. Não é legal falar esse tipo de coisa para as pessoas, elas também tem sentimentos. - Ela desabafou.

- A culpa não foi minha...

- Era você, um outro lado de você, um lado que eu não conhecia, e não gostei de ter conhecido. Por um lado, você fez o que seu consciente achou que você deveria fazer.

- Carther... - Louis pediu enquanto ela fechava a porta devagar.

- Ainda não, Louis.

07:15 PM

- Mas por que não, Ashley? 

- Porque não, Nicoly. Eu tive que resolver algumas coisas hoje á tarde.

- Sei, algumas coisas na casa do Styles, né? - Nicoly falou irônica.

- Nem toque nesse nome, não quero ouvi-lo nunca mais. - Ashley falou com um peso no coração por ter que fingir que não o queria por perto.

- Como assim, Ashley? Vocês tavam na maior intimidade... O que aconteceu? O que ele te fez? - Ela perguntou não entendendo o que Ashley havia falado.

- Nada, ele não me fez nada. É só que eu percebi que o Styles não... É uma pessoa confiável. - A menina do outro lado da linha falou mentindo mais uma vez.

- Ashleeeey, você sabe que eu vou descobrir de um jeito ou de outro.

- Não foi nada, Nicoly. Que saco! Me deixa, ok? Tchau. - Ashley falou na defensiva e encerrou a ligação.

- Vocês acreditam nisso? Ela não quer mais ver o Harry. - Nicoly falou ainda não entendo a situação.

- Em relação á Ashley eu duvido de muitas coisas... - Carther, que estava deitada no colo da Jessie, foi sincera.

- Seu pai não está em casa, Carther? - Jessie perguntou estranhando o silêncio.

- Viagem de última hora.

- Eu vou ligar por Harry. - Nicoly falou decidida.

- É melhor você deixar isso entre eles, Nic... A Ash pode ficar mal. Ela tem seus motivos. - Jessie.

09:15 PM

Ao chegar em casa e sentir o vento frio percorrer o local ela espirrou, e sentiu que uma gripe estava próxima. Foi até a cozinha preparar um chá, estava muito sobrecarregada, as provas estavam chegando e ela precisava elabora-las. Ensinava em outras escolas além da North Hills, e isso era cansativo. Deixou a água no fogo e subiu para tomar um banho. 

Londres trovejava como nunca antes. Ouviu um barulho que aparentava ser alguém entrando na casa. Mas aquilo era impossível, além de morar sozinha, todas as portas estavam fechadas. Resolveu largar aquele pensamento e tomar seu banho tranquilo. Mergulhou na banheira com água quente e afundou na água com espuma, tentava relaxar, e aquilo, de fato, estava ajudando. 

A porta do banheiro foi lentamente aberta. Ela nunca a fechara, pois não havia perigo, pois morava sozinha. Enquanto o box do banheiro ficava embaçado devido a água quente da banheira, aquela pessoa estava cada vez mais próxima da pobre senhora Miller, sua próxima vítima. 

Ela enrijeceu-se novamente ao ouvir o box sendo aberto, e arrepiou-se ao ver aquela pessoa estando cada vez mais próxima. O cabelo molhado caia sobre seu ombro nu. 

- O que pensa que está fazendo? - Ela perguntou não olhando para as mãos da pessoa que aproximava-se cada vez  mais.

Minutos depois a pequena casa da senhora Miller estava coberta pelo véu da morte. E pior ainda, por sua sede de vingança.

E aí, garotinhas? O que acharam desse final inesperado? Eu disse que neste capítulo algo surpreendente ia acontecer, quem acreditou em mim? Pra quem não lembra Miller é o sobrenome do Caio, então dá pra ter uma base... Acho que vou postar na quarta, não sei, mas até ela, quero ver comentários aqui, heim? Não me digam que estou perdendo minhas leitoras... Desculpa, por o capítulo estar pequeno, é que eu  prometi que iria postar hoje, então... Ah, faltam mais ou menos 12 capítulos para Blame acabar... E sim, eu vou fazer segunda temporada, podem gritar, eu deixo.

8 comentários:

  1. Dessssssculpa por não ter comentado nos capítulos anteriores.
    Eu nem tinha entrado na internet.
    Cara, eu A-M-E-I o momento Hashley. E agora aquele desgraçado, filho de uma p**** do Joe faz isso?
    Que merda cara. Coitado do meu Hazza.
    Aff, Ashley! Não seja burra, faça a coisa certa. Você já se ferrou muito como Hanna.
    Quando eu leio sobre o Logan eu penso que é o Logan Lerman.
    Continua beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem amor, você teve seus motivos. Pois é, o Joe é bhsudifdfjmi. A Ash já se ferrou MUITO M-U-I-T-O M.U.I.T.O como Hanna. E todos me dizem isso, kkkk... Mas o Logan Lerman é o Caio.

      Excluir
  2. Pq ela foi morta? O q ela sabia?
    Toparemos de curiosidade

    Continue logo, pf
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hmmmm... Isso vocês vão descobrir em breve.

      Excluir
  3. Nossa!!!!!!Quem será q era?????A Ashley n tem q fazer isso,cara,eu odeio o Joe.Continua,eu vou ler todos os capítulos e estou animada para a 2º temporada!Amei seu blog ;3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era parente do Caio. Todos odeiam o Joe, amor. Que booom! Vou começar a segunda temporada logo :) E obrigada pelos elogios.

      Excluir
  4. Ahh que perfeito! Não acredito que alguém matou a se. Miller!
    Bjos da sua fã número 1 , Livita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mistérios e mais mistérios... Ownt, "Livita", amei.

      Excluir